domingo, 30 de dezembro de 2012

Uma pequena retrospectiva!

Não vou começar o post com o velho clichê de que o ano passou rápido. Na realidade, não acho isso, pelo contrário, lembrando do que me aconteceu no início do ano parece que aconteceu há mais tempo do que realmente foi. 2012 foi um ano especial para mim, foi nele que recebi a notícia de que passei no vestibular, entrei na faculdade, fiz amizades maravilhosas, consegui manter as que eu já tinha, comecei a ganhar meu próprio dinheiro (com a bolsa que ganho da faculdade) que não é muito, mas é emocionante do mesmo jeito. Fiz minha primeira viagem para fora de Pernambuco e percebi que aqui não é tão bom quanto eu pensava (não que seja ruim, mas não é perfeito sabe?). Não li todos os livros que eu gostaria e vou entrar 2013 com 9 livros não lidos na estante. Também deixei algumas série que acompanhava de lado, mas comecei a acompanhar outras, mesmo assim vi muitos filmes inclusive a parte final de Amanhecer que eu adorei. Foi o primeiro ano que eu fiquei tendo aulas até dias antes do natal, por causa da greve do meio do ano que atingiu grande parte das universidades federais do Brasil.

Olhando no arquivo do blog, até que comecei bem mas de setembro pra cá as coisas desandaram e eu parei  de atualizar o blog com frequência. Nunca pensei que fosse sentir isso, mas eu não tenho a mesma animação que tinha antes para postar, não entendia quando outras blogueiras falavam isso ou até quando acabam um blog, mas agora entendo o porquê. Eu não vou acabar com o blog, ainda guardo esperanças de que vou conseguir retornar ao que era antes, mas dessa vez não irei fazer promessas, apenas deixar rolar. Quem sabe assim, eu não me sinta a vontade para escrever.. 

Vendo o meu último post de 2011, vejo que consegui as principais coisas da minha pequena lista de desejo para esse ano, fico feliz com isso, mas o que me deixou mais satisfeita foi me sentir mais madura, acho que saí mais da minha zona de conforto, conheci pessoas novas, e apesar de nem todas minhas amigas terem seguido o mesmo caminho que eu, ainda mantemos o mesmo afeto que tínhamos há 1 ano atrás quando nos encontrávamos todos os dias na escola. 2012 foi um ano muito produtivo para mim e espero que 2013 seja ainda melhor, não vou fazer promessas nem lista de desejos para o ano que vem, mas agradecer pelo ano maravilhoso que tive em 2012 e esperar pelo melhor no ano que vem!

Feliz ano novo pessoal!

sábado, 17 de novembro de 2012

1º período da faculdade e carteira de motorista

Então... consegui terminar o 1º período da faculdade viva e sem ter reprovado em nenhuma cadeira. No fim, nem era tudo o que falavam que seria. Achei que eu ia ficar louca, cansada de ver números e que reprovaria pelo menos em uma matéria. Continuo sã, nas contas mal tinham números e consegui passar em tudo.
O que me faz pensar se eu desse ouvidos às outras pessoas... acho que nem engenharia eu teria feito. Que bom que eu sou teimosa e quando alguém me diz pra eu não fazer, me instiga a fazer kkkkkkk Claro que não em relação a tudo, (se alguém mandar eu me matar não vou me matar, pelo amor de Deus né gente..) mas as pessoas sempre disseram que engenharia era muito muito difícil, principalmente na Federal, que a gente se matava de estudar e não conseguia bons resultados, blábláblá.. É difícil, é, mas não é impossível! Esse foi e continua sendo meu pensamento, acredito que se eu não ter fé e não acreditar em mim, ninguém acreditará!
Outra coisa que costumam falar agora é em relação as engenharias, como eu ainda vou escolher ficam falando coisas como "Ah, engenharia civil não é muito bom pra mulher, ter que lidar com peão e viver em obra e blábláblá" poxa, não diga isso pra mim não, que eu vou querer fazer só pra voltar pra você e dizer "Viu? eu fiz!".

Com a greve, a faculdade ficou comprometida e este mês de novembro estão sendo as minhas férias, 3 de dezembro começa o 2º período que vai até abril. Uó né? mas fazer o quê... Me sinto muito estranha tendo que pensar em festas de fim de ano, presentes, roupas e ao mesmo tempo na volta às aulas.

Outra novidade é que eu fui atrás da minha carteira de motorista e depois de 9 longas aulas teóricas finalmente chegou o dia da minha prova teórica e eu passei com 29 pontos \o/ Agora é esperar minhas aulas práticas que só começam dia 5 de dezembro e Deus sabe quando sai essa carteira.

Então é isso, esse foi post só foi pra contar algumas novidades mesmo.. Até a próxima :*

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Ô conversinha boa!

Meu pai está se balançando na rede após o jantar, descansando enquanto o Jornal Nacional não começa quando eu me aproximo e começo a falar sobre o livro que estou lendo. Orgulho e Preconceito da Jane Austen. Ele não conhecia, eu demonstrei minha surpresa por esse fato já que é um clássico da literatura. Ele reafirmou que não conhecia e eu fui pegar o livro para mostrá-lo. Eu comecei a dizer que estava gostando do livro, apesar de não gostar de livros dessa época da história. Ele perguntou o porquê. Eu respondi que tento deixar de lado os preconceitos e os julgamentos, tento colocar na cabeça que era uma sociedade diferente, com valores diferentes, mas que sempre acabo julgando de alguma forma. Ele me disse que adorava romances de época, principalmente os de José de Alencar. Que como ele não era rico, gostava de ler coisas de rico e que se imaginava nos salões enormes, com roupas chiques e falando tão bem quanto os homens que ele lia sobre. Depois ele pegou os livros de Machado de Assis pra ler e sentiu uma enorme diferença, com histórias mais doidas e irônicas. Eu disse que adorava Machado de Assis e que tenho preconceito de José de Alencar por causa de Iracema, depois desse livro não li mais nada dele, mesmo depois de algumas amigas terem lido Senhora e dito que era bom. Depois ele disse que adorava ler quando era jovem, que lera a maioria dos livros de Jorge Amado, que eram livros com forte essência brasileira. Que frequentava a biblioteca do centro da cidade e que já lera inclusive "Dotosvki". O consertei, Dostoiévski, e ri muito admirada com esse fato. Nunca li Dostoiévski e nem imaginava que ele havia lido. Ele disse que pegava  os livros de autores que ouvia as pessoas falarem, ele era bem curioso e adorava colocar um lençol no chão do oitão da casa dele para ler. Quando tinha que voltar a realidade depois de ficar fascinado pelas histórias, achava chato. Me disse que era bom que eu tivesse dado pra leitura e que se sentia orgulhoso quando ia me pegar na escola e eu estava lendo na biblioteca, enquanto os outros meninos brincavam de correr.

Preciso dizer que estou até agora admirada com essas descobertas? E eu achando que só tinha puxado à minha mãe nesse quesito...

domingo, 21 de outubro de 2012

Últimos filmes vistos

A ENTIDADE (Sinister)
Ano: 2012
Duração: 110 min
Gênero: Suspense, terror
Direção: Scott Derrickson
Sinopse: Ellison (Ethan Hawke) é um escritor de romances policiais que acaba de se mudar com a família. No sótão da nova casa ele descobre antigos rolos de filme, que trazem imagens de pessoas sendo mortas. Intrigado com o que elas representam e com um estranho símbolo presente nas imagens, ele e sua família logo passam a correr sério risco de morte.

Minha opinião: Depois do trailer foi impossível não ficar curiosa para o filme. Tanto que depois de mostrar para a minha prima e meu irmão (ambos gostam de filme de terror assim como eu) logo combinamos de ir no cinema vê-lo. Confesso que esperava bem mais para o diretor de O Exorcismo de Emily Rose. Para pessoas que se assustam com facilidade e têm medo de tudo, esse filme pode até causar impacto, mas para quem já assistiu diversos filmes do gênero com certeza não deve ter sido nenhuma novidade.
A história tinha tudo pra dar um bom filme, mas não teve um bom desenvolvimento. As cenas de "tensão" no escuro da casa não conseguiram o efeito pretendido por não sabermos exatamente do que sentir medo. Não sabíamos se poderíamos ver algo sendo levitado, se algum fantasma apareceria ou se só levaríamos algum susto bobo. E depois de várias cenas como essa sem nada demais acontecendo, perdeu a graça! Toda vez que anoitecia e ficava escuro já ficávamos com tédio porque sabíamos que seria o mesmo lengua lengua sem nunca acontecer nada.
Acabou previsivelmente e decepcionou quem procurou algo tão bom quanto O Exorcismo de Emily Rose ou sustos como os da série Atividade Paranormal (do qual é o mesmo produtor). Ah e para quem quer assísti-lo aconselho a não ver o trailer, as melhores cenas estão lá. u.u

ATIVIDADE PARANORMAL 4 (Paranormal activity 4)
Ano: 2012
Duração: 95 min
Gênero: Terror
Direção: Henry Joost, Ariel Schulman
Sinopse: Cinco anos após Katie (Kathie Featherston) matar a irmã Kristi (Sprague Grayden) e o cunhado Daniel (Brian Boland) e levar consigo o sobrinho Hunter, ela vive com o pequeno Robbie (Brady Allen) em uma casa. Do outro lado da rua mora a adolescente Alice (Kathryn Newton), que acompanha os passos do garoto juntamente com o amigo Alex (Matt Shively). Ambos acham Robbie bastante estranho, principalmente quando ele fica alguns dias na casa de Alice após Katie ter um problema e ir parar no hospital. Aos poucos Robbie se torna amigo de Wyatt, o irmão caçula de Alice, atraindo-o para um universo perigoso.

Minha opinião: Eu ainda não assisti o 3º, mas minha prima me chamou de repente pra ir assistir e eu acabei indo. Pelo que ela me contou o 3º filme parece ser bom, mas em relação aos 2 primeiros eu gostei mais desse 4º. O estilo do filme é o mesmo, câmeras instaladas numa casa com atividades paranormais acontecendo em meio à acontecimentos banais de qualquer família. A diferença está que dessa vez Katie, nem ninguém da família dela, é protagonista, apesar dela aparecer no filme e ser um fator decisivo na história da série. O filme rende bons sustos e tem um bom desenvolvimento, não sendo tão monótono nem exagerando na tensão. Além de nos deixar com dúvidas em relação à história da Katie e do sobrinho, Hunter. O que é bem inteligente se formos pensar pelo lado que com certeza haverá outro filme, porque mesmo quem não gostou tanto acabará sendo atraído para o próximo.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Faculdade x Escola

- Acho que a principal coisa notada por mim que veio de uma escola que não tinha um número de alunos tão grande foi a quantidade de pessoas, no início eu me sentia até meio desnorteada quando chegava na sala e tinha umas 60 pessoas olhando pra mim. xD

- Na escola eu me sentia a Einstein principalmente quando era da área de exatas, mas na faculdade você se descobre uma burra. Antes quando o professor falava "então isso vai resultar na força que blábláblá.." e daí você não entendia mais nada do que ele estava falando, estava tudo bem porque você virava pro lado e tinha certeza que ninguem também tinha entendido, agora não meu bem, você vira pro lado e os outros ainda complementam o que o professor falou.

- Acho que depois que aprender a fazer cálculos mais complexos vou tentar achar uma teoria da razão pela qual os alunos de engenharia estão sempre usando bermuda xadrez. Tá, não são tooodos, mas a grande maioria, no início do ano era até ruim tentar reconhecer alguém porque todos usavam o mesmo estilo de roupa e ainda estava com a cabeça raspada porque passou no vestibular (aqui em Réécife homem que passa no vestibular raspa a cabeça). Sem falar na moda das camisas Hollister, peloamordeDeus!! Toda vez que entrava alguém com o nome Hollister na camisa eu tinha vontade de dar um tiro, no final do dia eu teria matado umas 543 pessoas.

- Na escola mal acabava o recreio já vinha algum funcionário mandar os alunos entrarem, não espere isso na faculdade você pode assistir aula ou jogar dominó ou ir pra aula de outra turma ou até mesmo nem levantar da cama, você é responsável por você e não vai ter nenhum coordenador perguntando o que está errado ou ligando pros seus pais.

- Não tem aquele tipo de turminhas dos nerds, dos cdfs, das patricinhas.. claro que tem os grupos de amigos, mas a maioria das pessoas são diferenciadas e gente fina, a mentalidade é outra, sem aquelas leseiras de escola.

Só uma coisa não mudou, eu ainda estou sem saber o que escolher pra minha vida e continuo concorrendo com um bando de gente. Deixa eu explicar, lá na UFPE a gente entra em engenharia e só dps do 2º período faz as opções pelos cursos que quer, dependendo da sua nota você entra na 1ª opção ou vai pra 2ª e assim por diante. Então continua a concorrência e eu ainda não faço a mínima ideia de qual engenharia escolher.. ô céus, ô vida!

Ah, e eu demorei tanto pra postar porque eu estava descansando a minha beleza ;)

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Algumas Novidades

A razão pela falta de atualização no blog é que eu não estou com o mesmo ânimo e vontade de antes, mesmo estando de "férias" não estava sendo prazeroso pra mim escrever no blog e responder os comentários, por isso passei tanto tempo longe. Talvez tenha até sido bom porque depois de dá um tempo a gente fica com ânimo renovado né?

A primeira novidade que eu tenho pra contar é que a greve da UFPE finalmente acabou e amanhã já começa tudo de novo.. apesar de eu só estar com Cálculo pra finalizar esse período, vou precisar me dedicar até porque eu quero passar por média, sem ir pra final, vamos ver se consigo..

Outra coisa bem legal que aconteceu comigo há um tempo foi que eu passei para um programa de iniciação científica da faculdade e vou receber um bolsa no valor de 400 reais por mês durante um ano \o/ Ainda não sei o que exatamente eu vou ter que fazer, ainda estou esperando informações, mas deve ser algo bom pra minha formação né?!

Eu também fui pro jogo da seleção brasileira que teve aqui segunda-feira e diga aew se eu não sou pé quente? kkkkkk 8x0 não estava nem nas minhas melhores apostas, mas apesar do bom placar e de ter sido  um bom jogo, achei bem desorganizado na hora da compra dos ingressos, a bilheteria estava uma loucura e quem deixou pra comprar em cima da hora (eu e a maioria das pessoas pelo visto) se lascou! Acho que foi um dos motivos pelo qual o público ter sido abaixo do esperado.

No jogo do Brasil
Outra coisa super bacana é que eu voltei a fazer vôlei! :D Lembram daquele post em que eu estava na maior nostalgia relembrando a época em que eu jogava no colégio? então.. voltar no tempo não dá, mas eu acabei me informando com uma amiga que estava fazendo e agora tô fazendo junto com ela, num é legal? Tô até com o joelho ralado já kkkk
Eu também tô conseguindo caminhar na praia com mais frequência, parece que quando a gente começa fazer alguma atividade física acaba ficando mais disposta pra outras coisas né?!

Enquanto caminhava aproveitei pra tirar essa foto! 
Então é isso, até mais! :*

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

The Vampire Diaries - 2ª e 3ª temporadas

Eu já tinha falado sobre o que eu achava da primeira temporada aqui. Foi uma das séries que eu mais gostei de postar, porque eu percebi que é uma das que o pessoal mais assistem (e quem não assiste, conhece) e por isso os comentários foram ótimos!


A maioria disse pra eu continuar assistindo porque melhorava muito na 2ª e 3ª temporada, realmente melhorou, mas eu acho que gostei mais da 2ª temporada. As partes com Katherine são ótimas, a Caroline aparece que só (ela é a minha personagem feminino preferida), depois ainda vem Klaus pra fechar com chave de ouro. Já nessa 3ª temporada apesar da história estar mais aprofundada, eu não gostei tanto do desenrolar da mesma. Depois de um tempo eu cansei de Klaus com aquela história dos híbridos, Caroline e Tyler, um dos meus queridinhos, foram um pouco escanteados. Aliás, o que aconteceu com o Tyler? Ainda não entendi..

Eu sei que a série é baseada no triângulo amoroso Damon-Elena-Stefan, mas ô coisinha chata da indecisão de Elena... Também não gostei do último episódio da 3ª temporada(só fui eu?). Eu estava super empolgada porque tinha adorado o penúltimo episódio aí vem a season finale e me joga um balde de água fria.

Uma das coisas que mais me incomodam em Vampire Diaries são as muitas mortes que tem, alguns personagens eu realmente gostava e eles morrem, mas o bom é que novos personagens vão sendo inseridos (ou às vezes os antigos voltam do além u.u) e alguns deles eu adoro mais do que os próprios protagonistas (shame on me!), como a Rebecah, o Elijah, a Dra. Fell.. espero que não me decepcionem com a história deles nessa 4ª temporada.

Só duas últimas coisinhas:

- Elena e Boonie: MORRAAAM! kkkkkk Mas é sério, meu saco já está cheio das duas!
- Damon seu lindo!

Então é isso, quais são suas opiniões e expectativas?
Beijoo :*

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Crise Bloguística


Eu não sei vocês, mas eu sou muito crítica comigo mesma e por isso releio o mesmo post 500 mil vezes. Mesmo depois de ter publicado eu releio várias vezes só pra conferir ou admirar ou até pra me orgulhar (hehe :B). Acontece que eu estava relendo meus últimos posts, daí fui voltando, voltando e acabei indo conferir os de um ano atrás e cheguei a uma conclusão: eu escrevia melhor antes! Eu não sei se é uma coisa boa reler aquilo e ainda gostar de tudo que já escrevi ou se é ruim por ter achado melhor do que as últimas coisas que escrevi por aqui. Me peguei nessa crise existencial e não pude deixar de compartilhar, aliás fiquei curiosa pra saber se só eu tenho essas doidices ou se sou apenas mais uma no formigueiro..

Eu estava tentando achar uma razão para isso e ainda não cheguei à uma conclusão plausível. Mas pensei que poderia ser a falta de trabalho do meu cérebro já que estou desde o início de julho sem estudar ou o tédio, ou então o fato de eu ficar tão afobada querendo escrever sobre mil coisas e acabo não escrevendo sobre tudo que queria e pior, não escrevo bem. É, porque eu já deixei de fazer vários posts que planejei fazer e até alguns que eu já tinha até falado aqui que iria fazer e não fiz. Isso é tão chato, porque eu sinto que não estou cumprindo com as minhas obrigações "bloguísticas" além de não escrever sobre coisas que realmente dariam bons posts. Alguns eu já tinha planejado fazer há um bom tempo, mas ainda fico me martirizando por não tê-lo feito. Aliás, isso me fez ter uma ideia. Acho que vou listar os posts que quero fazer e isso vai ser como um guia pra mim, assim vou poder escrever sobre tudo que já quis, me livro dessa culpa e talvez ainda volte a escrever decentemente.

Posts que eu tinha planejado fazer:

- Sobre o kart;
- Sobre a 2ª e a 3ª temporada de Vampire Diaries;
- Sobre a série Os Instrumentos Mortais (que inclusive eu já reli);
- Sobre minha viagem à João Pessoa (isso é realmente emocionante porque foi a primeira vez que eu saí de Pernambuco \o/);
- Sobre a diferença entre faculdade e escola (eita que essa eu planejei desde o inicio do ano);
- Um top 5 dos lugares que eu gostaria de conhecer, tipo esse daqui, só que só de lugares brasileiros;
- Sobre gírias daqui;
- Sobre Resident Evil e Matrix;
- Sobre alguns filmes que eu vi recentemente;

Foram os que eu consegui lembrar, à medida que eu for fazendo vou riscando. Obrigada pela (não)compreensão de vocês e até um desses posts! ;)

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Yo era rebelde!


Sabe a novela mexicana? e a banda que fazia parte da novela? então.. eu ADORAVA! Agora já não gosto tanto e pra falar a verdade faz tempo que não ouço nenhuma música, mas ainda lembro de algumas e com certeza se colocar o dvd pra tocar vou sair cantando junto.


Não é exatamente uma coisa que eu tenha vergonha de dizer, mas é que sempre tem alguém que faz alguma piadinha ou que me conhece daqueles tempos e fica relembrando e tentando me fazer de ridícula, e disso eu não gosto! Eu fico vermelha por um segundo e depois já solto alguma coisa que essa pessoa também tem de vergonhoso no passado e pronto.. me livro da zoação kkkkkkk

Eu nunca fui de assistir muitas novelas mexicanas, só lembro de uma do anjo que eu acompanhei (não lembro do nome), de Chiquititas e por indicação da minha amiga, fui assistir alguns capítulos de Rebelde e  me apaixonei! Não conseguia mais deixar de acompanhar as brigas do Diego e da Roberta, os chiliques da Mia e todas as intrigas dignas de novela mexicana. E o gosto pela banda veio como consequência. 


Depois eu comecei a juntar figurinhas do álbum de Rebelde, comprava as revistas, acompanhava todas as notícias nos fansites, e.. pasmem! Consegui ir ao show. Fui com a minha amiga que também era fã e a ex-namorada do meu irmão, a única que se dispôs a ir com a gente kkkkk Eu lembro de pouca coisa, mas eu lembro que eu gostei muito e que só me fez gostar mais da banda!

Pouco tempo depois o sucesso foi acabando, a banda se desfez e eu até acompanhei algumas notícias da carreira solo dos ex-integrantes da banda, mas não com a mesma intensidade. E hoje em dia nem escuto mais as músicas, não assisto à Rebelde Brasil da Record (mas confesso que fiquei com vontade de ver o episódio que a Dulce Maria fez participação, só não vi com medo da zoação dos meus irmãos >.< kkkkk).

RBD passou como um furacão na minha vida, causou o maior rebuliço e apenas por pouco tempo, mas deixou boas lembranças..




Eu não consegui jogar fora as figurinhas que eu comprei com meu suado dinheirinho, nem o caderno que eu fiz com tanto carinho, então guardei tudo dentro de uma pasta e de vez em quando ainda pego pra relembrar... não é só da banda ou da novela que eu me recordo, mas daquela época, de como eu era, dos amigos que tinha, tenho boas lembranças desse tempo e essa pasta me faz lembrar de tudo isso.

Esse é um pôster enorme que eu até pendurei atrás da minha porta por um tempo... 

Então, estão chocados? kkkkk não é uma coisa que eu tenha compartilhado por aqui antes, e acho que nunca compartilhei com ninguém essa minha pasta, então sintam-se honrados! xD

Esse post veio da ideia do Volta, Mundo Blogueiro! de fazer uma postagem coletiva e o tema era "Gosto, mas não assumo!", se quiser participar também é só ir no Ideias Coletivas - Volta, Mundo Blogueiro!

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Durante as Olimpíadas..


Eu estou em frente à televisão, jogada no sofá em meio à almofadas, assistindo toda a programação das Olimpíadas quando começa um jogo de vôlei. E em pouco tempo eu já não consigo ficar deitada, e as almofadas que antes serviam para apoiar minha cabeça agora servem para eu apertar de nervoso em algum lance ou para socar quando o Brasil perde algum ponto besta. E aí eu vejo a torcida gritando, aquele bloqueio simples que é simplesmente foda, um ponto de saque, uma bola que demora pra cair causando uma grande expectativa, o técnico gritando, os jogadores se abraçando comemorando um ponto... E aí me vem aquela nostalgia de quando eu jogava vôlei.. do pastel de queijo que eu e meus amigos sempre comíamos antes do treino começar, dos campeonatos que participei, da sensação que é estar jogando com outro time, até dos arranhões no joelho de quando eu esquecia a joelheira em casa eu sinto falta. Eu lembro da sensação que é pegar aquela bola que ninguém acreditava que podia ser pega, ou de dar aquela largadinha que ninguém do outro time conseguia pegar. Até mesmo de quando o professor se irritava com a gente e falava muito palavrão. Lembro dos colégios que eu conheci graças às partidas de vôlei, das pessoas que conheci por causa dele, lembro até do primeiro dia, quando eu não sabia nem dar um toque ou uma manchete na bola. Ai, ai.. dá uma saudade daquele tempo, mas aí eu volto à realidade e percebo que ainda estou no sofá e o jogo de vôlei só está ocorrendo na tv... o jeito é voltar a torcer mesmo, já que não posso estar lá jogando!

terça-feira, 24 de julho de 2012

Bunheads / Girls

Eu já vi muito gente comentando nas redes sociais que estão sem as séries preferidas para acompanhar, a maioria só volta em outubro. Pois bem.. eu não estou sofrendo do mesmo mal porque estou atrasada com a maioria das séries que eu vejo hehehe, mas eu comecei a acompanhar uma que está passando atualmente e que enquanto não chega outubro podemos nos contentar com ela!



Bunheads é uma série de drama/comédia da abc family e que está no 5º episódio, eu vejo baixando pela internet, mas parece que estreou na tv paga essa semana aqui no Brasil.

Ela conta a história de uma dançarina, Michelle, que ganha a vida dançando em cassinos em Las Vegas, mas impulsivamente acaba se casando com Hubbell e de um dia para o outro vai morar em Paradise, uma pequena cidade da California. Chegando lá, descobre que Hubbell ainda mora com a mãe e que esta é dona de uma academia de dança. A série foca na relação da Michelle com Fanny e acreditem, a relação delas é hilária! As atrizes que interpretam Fanny e Michelle são muito engraçadas, várias vezes eu quase me estorei de rir. As personagens são sarcásticas, irônicas, isso sem falar dos personagens secundários, as alunas do balé também vão render uma boa história.

Eu não lembro exatamente onde eu vi comentando sobre Bunheads, talvez em algum site, não lembro qual!
Só sei que não me arrependi, a série tem um clima mais calmo sem muitos acontecimentos bombásticos ou sem nada sobrenatural, mas flue tão bem que os 40 minutos passam sem eu nem perceber e quando acaba fico querendo ver mais e essa é a parte ruim de estar atualizada com os seriados, você quer ver mais e tem que esperar uma semana mimimi :/

Outra série que eu vi recentemente foi Girls, é da HBO mas essa está em pausa. A 1ª temporada tem apenas 10 episódios de uns 30 minutos cada, mas é tão legal que eu estou sentindo muita falta. De vez em quando me pego pensando em algumas cenas e vou correndo ouvir alguma música do seriado, aliás a trilha sonora é ótima, você vai sair catando pela internet quando acabar o episódio. Algumas eu até consegui achar, já outras tive que esquecer mesmo, mas depois de tantas indicações no Emmy espero que a série fique mais famosa e as pessoas divulguem a trilha sonora dos próximos episódios...

Eu poderia falar mais sobre Girls e o quanto eu acho ele legal, mas tudo que eu queria falar já está nesse site e nesse aqui.

Agora deixem eu ir terminar a 3ª temporada de Vampire Diaries que realmente está um pipoco!

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Fui picada de jeito!

Desculpem o trocadilho, mas eu não consegui evitar! Hehehee..

A minha história com o homem-aranha já é antiga. É meu super-herói favorito desde pequena, não li os quadrinhos nem nada, mas adorava o desenho e também adorei o filme anterior com o Tobey Maguire. Eu lembro quando vi a primeira notícia sobre O Espetacular Homem-Aranha que até então nem título tinha, mas a notícia era que o Tobey Maguire não estaria mais presente nesse filme. Eu fiquei indignada, não conseguia imaginar um homem-aranha sem o Tobey, achava ele perfeito porque ele tinha aquela cara de mongoloide, mas era isso que eu gostava, "ele parecia abestalhado, mas era o homem-aranha". Até ameacei boicotar o filme. Até que eu vi esse vídeo no ano passado:


Foi na comic-con de 2011 e eu só havia visto este ator em A Rede Social, mas foi aí que ele conquistou meu coração. Quando ele entrou com uma fantasia tosca do homem-aranha falando como um fã, cara! Eu vibrei!  A partir daí começou minha história com o novo Homem-Aranha, a partir daí comecei a acompanhar as fotos, as notícias que saiam do filme, até da história dos quadrinhos eu fui atrás (e achei um resumo bem legal aqui). Também assisti a alguns episódios do desenho animado antigo do Homem-Aranha e cara... esse é o filme mais esperado do ano pra mim. E eu não fui na estreia e nem no final de semana de estreia eu fui somente hoje. Imaginem minha ansiedade!


Aai, é tanta coisa que eu quero falar que está difícil organizar as ideias mas vou tentar.. Um amigo meu me falou que sentiu falta de mais ação. Talvez tenha sido a opinião da maioria que não gostou tanto assim do filme, e eu entendo, mas foi o que eu mais gostei do filme! Kkkkk, tipo, eles diminuiram a ação mas em compensação nos mergulharam na história de fato do homem-aranha, a gente realmente conheceu o Peter Parker. Entendemos o que ele sentia em relação aos pais, na transformação quando ele é picado, a adaptação dele. 
O filme conseguiu me emocionar de verdade, eu quase chorei em várias partes. E eu acho que era essa a intenção, nos mostrar que ele é o homem-aranha, mas é tão humano quanto nós. (SPOILER) A cena banal do banheiro mostrou isso, ele jogando no celular enquanto esperava o Lagarto mostrou isso, até mesmo na parte que o Tio Ben morre, quando ele não para o assaltante. É um sentimento humano, de vingança e depois veio a culpa... Era uma cena que já estava presente no filme do Tobey Maguire mas que não emocionou tanto quanto esse, por já estarmos ligados ao personagem podemos sentir isso mais intensamente. (FIM DO SPOILER) O Andrew Garfield foi incrível, as piadas, as caras e bocas, ele conseguiu passar os sentimentos do personagem pra mim, tava lindo demais! A Emma Stone no papel da Gwen Stacey também tava muito fofa e foi só eu que adorei o Tio Ben? *-* Até torci pra que ele não morresse, mesmo sabendo o que aconteceria.


A ação do filme no final não podia faltar, afinal é o que se esperava de um filme de super-herói, mas eu acho que essa história do homem-aranha tem muito mais do que apenas um herói lutando pra salvar a todos. E eu acho que o diretor do filme soube explorar isso muito bem. Sinceramente, amei o filme demais. Saí da sessão querendo pegar a próxima, eu passaria mais 2 horas no cinema vendo o mesmo filme porque ele é perfeito demais!!!

Acho que é isso, tô apaixonada mesmo.. tô sorrindo pelos cantos lembrando do filme, tô falando pra todo mundo que encontro pra assistí-lo kkkkkk, com certeza verei de novo e dessa vez em 3D, não acredito até agora que não fui em 3D! 

Tendo gostado ou não deixem a opinião, gosto de ver o que os outros acharam. ;)

domingo, 15 de julho de 2012

Cheia de tudo!


Algumas pessoas dizem que escrever é colocar o que está dentro de você, eu nem sei o que está dentro de mim, só sei que eu me sinto cheia de tudo, sem vontade de fazer nada e ao mesmo tempo louca para fazer alguma coisa, vocês entendem? Acho que sim né? Acho que todo mundo já deve ter passado por isso. E às vezes eu acho que é um mal dessa geração, sei lá, com computador, celular, televisão e uma infinidade de coisas que temos disponíveis acabamos ficando sempre acostumados a estar ligados no 220V, e quando não temos o que fazer e podemos ficar assim, só vegetando, acabamos não suportando. Ou talvez isso seja um mal só meu.
Acontece que nesse momento eu estou cheia de assistir filmes e só poder ver aquilo que eu queria viver, estou cheia de ouvir música pra superar isso, estou cheia de ficar no facebook vendo fotos de uma amiga em Gramado curtindo o frio de lá, vendo que outra amiga esteve em Nova York, vendo que outras pessoas foram pra uma balada super animada, estou cheia de ver tudo isso e mais ainda de não poder fazer tudo isso, e não adianta dizerem que eu posso, porque isso é muito relativo, eu poderia até ir pra alguma balada, mas me digam com quem? As pessoas com quem eu gosto de sair ou estão namorando ou nunca vão a esse tipo de festa e sair com algum "conhecido" acaba sendo a maior chatice para mim. E ir dá um pulinho em Gramado ou em Nova York? eu ainda não tenho money pra isso!

Eu estou cheia de as pessoas olharem pra mim e acharem que eu só faço estudar ou que eu não curto a vida, estou cheia de acharem que eu sou uma coitada só porque não sei andar direito de salto alto ou porque não tenho meu próprio dinheiro e ainda dependo do meu pai. Estou cheia de não ter o cabelo do jeito que eu quero, de não saber cantar, de não conseguir tirar uma foto decente, de relacionamentos de outras pessoas, do modo como algumas pessoas agem, e o que me enche ainda mais o saco é de eu me importar tanto com isso. Eu também estou cheia de dormir, já que dormi a tarde toda.

Talvez quem disse aquilo esteja certa, eu me sinto melhor agora, mas eu tinha prometido no último post que quando voltasse seria com um post melhor e acho que não consegui cumprir com a promessa, pelo menos não foi algo relacionado com a faculdade o que já é um grande avanço. Já que eu estou cheia de tudo acho que vou acabar recorrendo ao meu querido livro mesmo, normalmente ele melhora meu estado de espírito.. 

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Enfim, férias! \o/



PARA TUDO! EU PASSEI EM GEOMETRIA ANALÍTICA!!! Estudei que nem uma condenada pra 3ª prova e consegui tirar 9.3 *-* Fui pra final precisando de 4.2 e acabei tirando 3, mas eu não desisto fácil e fui pra revisão de prova, e não é que o professor tinha corrigido errado e eu acabei ficando com 4.3? PASSEI!!! Acabei de chegar da revisão de prova ainda estou em estado de êxtase. Obrigada para quem torceu por mim, a reza foi forte kkkkkk
Em Desenho eu consegui passar por média e ainda estou esperando o resultado da final de Física mas pelo gabarito eu passei. E Cálculo os professores estão em greve, aliás foi a única disciplina que eu fiquei sem aula por causa da greve, espero que acabe logo porque já vão completar 2 meses de greve.. é um atraso muito grande e tem alunos que ficaram sem nenhuma disciplina :/

Mas quero parar de falar disso, agora é só pensar em assistir filmes, seriados, ler os livros que comprei nesse meio tempo de provas e descansar bastante! *-*

Próximo post será melhor do que os últimos, prometo! ;D

Beijo gente!

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Dando notícias



Oi pessoal, vim aqui só pra dizer que fiz uma ótima prova de geometria analítica hoje. Naquela segunda prova eu tirei 5, ou seja, estou com 8,2 e não tenho mais como passar por média já que teria que atingir 21 pontos, mas como essa prova de hoje foi boa, pelo menos eu vou pra final precisando de pouco. Semana que vem tem mais provas e depois ainda tenho as provas finais, por isso ficarei ausente durante esse tempo. Só vim aqui para agradecer pelo apoio que recebi em relação a analítica, funcionou porque minhas notas melhoraram, mas continuem torcendo por mim porque eu vou precisar ;D  

Beijão gente e bom são joão pra quem não precisa estudar assim como eu!

sábado, 16 de junho de 2012

Meia Noite em Paris


Paris. Quando eu ouvia essa palavra sempre me vinha à cabeça a Torre Eiffel, o Museu do Louvre, pessoas elegantes e chiques. Agora quando ouço essa palavra sempre me vem à cabeça o filme Meia-Noite em Paris. Antes, eu gostaria de conhecer Paris apenas como quero conhecer toda a Europa, agora é um sonho!
Meia-Noite em Paris foi um filme que me encantou, pelas lindas paisagens parisienses, pela história e pela trilha sonora. É um filme relativamente curto com apenas 1h30min de filme e passa tão rápido que a gente fica com gostinho de quero mais. Até meu pai que quase não tem mais paciência pra assistir filmes, assistiu e elogiou muito o filme.




A história é a seguinte.. Gil Pender está prestes a se casar e aproveita uma viagem dos sogros à Paris para conhecer a cidade e conseguir inspiração para terminar seu livro. Numa noite, depois de tomar algumas ele vai para o hotel andando sozinho pelas ruas de Paris, quando percebe que se perdeu e se senta numa escadaria. Pouco tempo depois o sino bate à meia-noite e um carro antigo pára na sua frente com pessoas o convidadam a entrar. Gil fica meio desconcertado mas acaba entrando no carro e é assim que ele se "transporta" para os anos de 1920 quando Paris tinha escritores como Scott Fitzgerald e Ernest Hemingway, sendo a época mais apreciada por ele. Assim, todas as noites à Meia-Noite, Gil vai à mesma escadaria esperar pela sua volta no tempo e a cada vez topa com pessoas como Picasso, Salvador Dalí, enfim!
Com um toque de humor e de uma leveza gostosa o filme conquistou um lugar no meu coração.

Ah, esqueci de comentar, o filme é do Woody Allen, com atuações de Michael Sheen, Rachel McAdams,e com uma participação de Carla Bruni (a cantora e ex-primeira dama da França), sem contar que o principal é o Owen Wilson, que mesmo fora de uma comédia consegue ter carisma o suficiente para esse filme. E eu tenho que falar da Marion Cotillard com uma personagem tão adorável que me fazia sorrir toda vez que ela aparecia!

terça-feira, 5 de junho de 2012

Vivendo e aprendendo!

É engraçado como ao mesmo tempo que a gente começa a sofrer com a péssima qualidade do transporte público, é também quando passamos a aprender mais no dia-a-dia. Antes eu sempre ia de carro pros lugares, só alguns poucos eu sabia ir de ônibus (shopping, casa da minha avó, centro da cidade). Agora eu sei ir pra mais lugares e de maneiras diferentes até, conheci melhor a cidade e tenho mais contato com as pessoas.

Esses contatos às vezes me fazem aprender alguma coisa, como por exemplo: ser gentil e dar lugar a uma idosa, ou a cumplicidade de quem pega a bolsa do outro (é porque é aquela coisa né, eu pego a sua bolsa pra que amanhã alguém pegue a minha). Mas às vezes esse contato nem sempre é agradável, como uma vez que eu estava indo pra minha dentista e ao descer do ônibus tinham 2 mulheres agarradas e um homem no meio delas. No início eu achei que era um abraço coletivo, mas que inocência a minha! As duas mulheres estavam brigando e o homem tentando separar. O homem falava "Solta ela!", e uma delas dizia "Eu não vou soltar essa gaiera não!!" Depois de um tempo o cara acabou conseguindo separá-las, mas aí a mulher continuou gritando "Sua gaiera safada, vá ficar com seu marido e deixe os homens dos outros!", "Tu tas fodida na minha mão" e por aí vai.. Isso, era numa rua ao lado do shopping recife e essa rua é super movimentada, com várias lojinhas, lanchonetes e salões de beleza. Gente, todo mundo da rua tava olhando pra elas, era impressionante, desde o começo ao fim da rua e eu só querendo sair de perto delas, porque eu sempre tenho a sensação de que vai sobrar pra mim kkkkk O problema é que a mulher que estava fugindo da outra vinha na mesma direção que eu, e a outra continuava seguindo ela e gritando "Eu vou te pegar gaiera safada, não fuja não!" Parecia cena de filme, elas arrundiando (andando ao redor) um carro daquele jeito que uma ia pra um lado enquanto a outra ia pro outro. E uma delas tava até sangrando um pouco no rosto já! Foi tenso! Depois a mulher conseguiu fugir da outra e acho que acabou o barraco, eu é que não fiquei pra ver se ia dar em mais alguma coisa.

Na hora eu fiquei nervosa, mas depois saí contando pra todo mundo minha super experiência de presenciar um barraco na rua kkkkk Mas é sério, nunca façam isso! Eu sei que na hora a gente fica fora de si, mas é uma coisa que não faz bem principalmente a quem é a traída, pelo menos eu acho! Se essa pessoa realmente nos merecesse não daria motivo para agirmos dessa maneira.. barraco já é uó e na rua, na frente de todo mundo então.. é uó do borogodó kkkkk 

Outra coisa que me lembrei agora, foi quando eu estava sentada lá atrás do ônibus e a mulher que estava do meu lado começou a falar no celular com a amiga dela:
"Tu não sabe de quem fulaninha tá grávida.." 
"Vou dar uma dica: foi um que eu fiquei"
"Não menina.. oa com essa tu acerta: aquele que é bem gostoso mas que não é nada na cama!" 

Cara, quando ela disse isso eu juro que contei até 10 pra não soltar uma gargalhada, não é que eu fiquei constrangida ou achando ela uma puta nem nada disso, mas é uma coisa no mínimo inesperada de se ouvir . Ainda mais com tanta gente ao redor, e a maioria era homem, naquela hora eu queria ser Edward pra ler os pensamentos de todo mundo dalí kkkkkk Fiquei querendo ver como ela era, mas não achei que seria discreto da minha parte virar pra olhar pra ela naquela hora então resolvi esperar pra quando ela saísse do ônibus e num é que ela era bonita e super estilosa? Além de super espontânea! kkkkkkk

Mas então? alguém tem alguma experiência interessante pra me contar? Tenho certeza que sim vai.. conta aê!

terça-feira, 29 de maio de 2012

Meme: Top 5 Filmes da Minha Vida

Eu adoro fazer posts sobre filmes, mais ainda quando é pra escolher Top de alguma coisa, tanto é que meu post preferido é do Top 10 de filmes da sessão da tarde que eu fiz, então fiquei super animada quando recebi a indicação da (sou a íntima! rs!) e já fui escolhendo os filmes assim de cara! O difícil foi selecionar apenas 5, mas consegui chegar num consenso, hehe!


1.Matilda (1996)



No primeiro lugar vem um filme que estará para sempre no meu coração e o qual eu nunca me cansarei de assistir, Matilda era meu vício de pequena, eu não tinha o filme, mas eu assistia TODAS as vezes que passava na tv e eu me identificava com a personagem, porque eu gostava de ler assim como ela, eu me perdia na biblioteca da escola assim como ela, só não tinha uma família mala daquela, mas eu até fiquei tentando fazer as coisas voarem, maas nisso eu não era como ela :/ Pense numa frustação kkkkkkk Mas até hoje eu tenho um carinho enorme por Matilda e até apelidei 'carinhosamente' a diretora do meu ex-colégio de Senhorita Trunchbull 

2. Pearl Harbor (2001)



Quando eu era mais nova, tipo uns 8 anos, por aí.. eu ia à locadora com meu pai todo fim de semana e meu pai sempre inventava de escolher um filme de guerra, eu não gostava muito no início mas depois eu acabei gostando desse gênero assim como ele e com certeza Pearl Harbor contribuiu  e muito pra isso.
Acho que todo mundo sabe que Pearl Harbor era a base norte-americana do Havaí que foi atacada pelos japoneses na segunda guerra mundial o que resultou numa reação americana bem marcante e comentada até hoje, as bombas disparadas em Hiroshima e Nagasaki. O filme acontece em meio a Segunda Guerra, mas o foco mesmo é no triângulo amoroso que é formado durante o filme entre Ben Affleck, Kate Beckinsale e Josh Hartnett.  É muito bonito a forma como eles se envolvem e é incrível como a gente não consegue culpar ninguém pelo que aconteceu, é bonito demais, mesmo pra mim que tenho abuso a triângulos amorosos. Eu sei que esse filme não é tão conhecido assim e é bem grandinho, mas quem não assistiu ainda eu recomendo! Lembrando agora até parece com Titanic, por se tratar de um acontecimento verídico que é retratado em meio a uma história de amor!


3. Uma Linda Mulher (1990)


Preciso me explicar? Uma vez eu fiquei acordada até amanhecer o dia porque estava passando ele no Corujão kkkkk Fazer o quê, se eu sou apaixonada por esse filme. A Julia Roberts tá linda, o Richard Gere nos deixa encantadas por ele e eu saio cantando "pretty woman walking down the street, pretty woman.." depois do filme. É um filme que nos faz rir, nos faz sonhar, até mesmo os que não são tão românticos como eu, esse filme é muito amor!

4. Quatro Amigas e Um Jeans Viajante (2004)



Não foi um filme que eu já assisti diversas vezes, aliás acho que só vi duas vezes, também não faz um tempo muito grande que eu o assisti, mas ele me emocionou de uma forma que eu já considero ele um dos filmes da minha vida. Talvez também por eu ter lido o livro e por ter achado o filme bem fiel ao livro. Mas uma das principais razões de eu gostar tanto de Quatro Amigas e Um Jeans viajante é porque eu me identifico com as personagens em várias situações e acho que o filme foi feito nesse intuito mesmo, comigo pelo menos ele conseguiu esse efeito. É por isso que eu gosto tanto dele.


5. Ponte para Terabítia (2007)



Esse filme eu só vi uma vez e acho que foi só no ano passado, mas eu gostei tanto dele que eu o coloquei aqui. Ele também me emocionou muito e foi um dos poucos filmes que me fez chorar.
No filme vemos Jess (Josh Hutcherson) e a Leslie (AnnaSophia Robb) se tornando amigos em pouco tempo, depois que a Leslie se muda para a cidade. Eles sofrem com as ameaças dos valentões na escola e acabam criando Terabítia, um lugar para o qual eles recorrem para fugir da dura realidade. É incrível como eles nos fazem realmente acreditar em Terabítia e em todas as criaturas de lá, e o modo como usam as aventuras pelos quais passam para enfrentarem os percalços da vida real.

*Ponte Para Terabítia também é uma adaptação de um livro, mas eu nunca li, quem sabe algum dia.. Outra coisa que descobri foi que o nome Terabítia é inspirado em Terenbítia, uma ilha mencionada nas Crônicas de Nárnia, quem leu Nárnia deve ter reconhecido o nome e como eu estou lendo não pude deixar de evitar uma comparação e quando fui pesquisar vi que a autora realmente relacionou com Nárnia.

Bom, já faz tempo que recebi esse meme e não postei logo, mas ainda assim vou escolher 5 pessoas que eu gostaria de saber os filmes da vida. São elas: Kah, Ju, Dani, Natália e Gaby.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Só algumas novidades!

Eu sei, eu sei.. eu sumi por um bucado de tempo, mas tenho uma desculpa plausível: provas. Tive provas de quarta-feira passada até essa segunda e estava tentando estudar o máximo possível pra tudo. Ah, e obrigada a todo mundo que se manifestou nos comentários do post passado dizendo que eu não era a única, gostei de ouvir aquilo hehe :P E sobre Geometria Analítica eu consegui estudar sim, aliás eu TINHA que estudar né? Mas eu até que parei de odiar, sério mesmo.. acho que meu abuso com a matéria é porque eu não estava entendendo direito, agora que estudei, simpatizei mais e fui pra prova até mais confiante! E eu gostaria muito de dizer a vocês que ter tirado 3.2 na primeira prova me deu forças pra estudar e que eu arrasei na segunda prova e que provavelmente irei tirar um 10, me tornando um dos maiores exemplos de auto-superação da história. Mas não, isso não acontece na vida real, ou pelo menos, não na MINHA vida real, eu estudei sim, e achei que sabia do assunto, mas eis que os professores mais lindos do mundo resolvem foder com minha alma colocando uma prova dos infernos (dos infernos mesmo, pq um dos gráficos formava quase que um tridente, é sério!), e todo o meu plano de "Einstein da noite pro dia" foi-se pelo ralo. Eu ainda não sei quanto tirei mas não espero grande coisa, 3, 4? Já tô me conformando com a reprovação mimimi :'(  Pra vocês não saírem daqui achando que eu sou o maior desastre da natureza, vou dizer que fui bem na prova de Cálculo de hoje! :)

Então é isso, volto em breve porque vou ficar até quarta sem aula (dancinha feliz), beijoo!

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Ninguém é perfeito!


Eu tenho um sério problema: não cumprir com as promessas mentais que faço a mim mesma. Eu sei, parece meio estranho quando você lê, mas não é.. deixa eu explicar. Sabe quando você vê uma reportagem do mal do sedentarismo? ou do bem que os exercícios físicos causam? e aí você decide que vai começar a caminhar. Você compra roupa de ginástica, diz pra todo mundo que vai começar a caminhar e realmente começa, mas não consegue manter a rotina. Isso é o que acontece comigo. Sempre faço promessas mentais e raramente consigo cumprí-las diariamente.. acontece com hidrante corporal que eu uso de vez e quando e sempre penso "É tão bom ficar com esse cheirinho o dia inteiro, a partir de hoje vou colocar hidrante toda vez que tomar banho!" Mas eis que no próximo banho estou super apressada porque a novela começou e penso "Ah, deixo pra colocar hidrante depois.." Pronto! Foi-se meu plano de novo! O mesmo acontece com produtos de limpeza para o rosto, hidratação para os cabelos (agora eu estou TENDO  que fazer toda semana porque eles realmente estavam um caso sério de tão secos), enfim! Sem falar nos meus cronogramas.. o da minha leitura mesmo era a seguinte: terminar de ler Nárnia (desde janeiro que eu venho dizendo isso, lálálá..!), depois ler O Mar de Monstros(2ºvolume de Percy Jackson) e só depois vê algum outro livro pra ler. Mas aí vem a minha mania de acabar com os meus cronogramas e depois de assistir Os Delírios de Consumo de Becky Bloom fico com vontade de reler o livro, daí eu  releio as melhores partes do 1º e do 2º e vou correndo ler o 3º e logo em seguida leio o 4º. Tipo, foram 2 livros que eu li em menos de uma semana e eles nem faziam parte do meu cronograma, enquanto que eu tô com As Crônicas de Nárnia desde as férias e não termino ele. Puts! Me dá uma vontade de me dá um soco às vezes.. 
Aí vem você e diz, ah.. besteira, não é pecado deixar de passar hidrante ou ler algum outro livro, mas e se eu te falar que eu tô odiando Geometria Analítica, tirei 3.2 na primeira prova e até agora não peguei em quase nada pra 2ª prova? fico adiando, adiando e a matéria vai acumulando, acumulando.. Eu sei que eu não posso acumular matéria, sei que tenho que enfrentar as que tenho mais dificuldade com mais empenho, mas quando vejo aquelas coisas de espaço vetorial, elipse, excentricidade e os cambau.. não dá! Eu travo! Desfoco mil vezes quando era pra eu estar concentrada tentando enfiar alguma coisa daquilo no meu cérebro. Vocês me entendem? EU PRECISO ESTUDAR GEOMETRIA ANALÍTICA, EU PRECISO, EU PRECISO! Pronto, agora que coloquei aqui talvez cumpra com a palavra, já que a prova já é dia 16 e eu realmente não quero ter que pagar essa cadeira de novo no 2º período.

E aí gente, isso tem cura? Alguém também é assim? Ou eu sou uma espécie pra estudo?

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Paul McCartney - On The Run: Eu fui!!

Foi no final da semana passada que meu irmão realmente se decidiu a ir e claro que eu iria junto, só deu pra comprar o ingresso para o segundo dia de show, porque o do primeiro acabou em poucas horas. Mas eu fiquei com a expectativa grande da mesma forma afinal, não é todo dia que a gente vai a um show de um ex-beatle e mais ainda, um show de um ex-beatle em Réécife, porque neéan? É dificil vim show internacional pra cá, mas enfim.

Logo de cara deu para perceber que vieram pessoas de vários lugares do país para o show, era gente vestido com a camisa da Paraíba, vi um carro que tinha a placa de São Paulo, no caminho para o Estádio pegamos um Expresso do Rock, que ia do Shopping Tacaruna direto para o show e na nossa frente estava um casal de estrangeiros, eu nem consegui reconhecer a língua. Já comecei a me sentir especial daí kkkkk 

O meu ingresso dava acesso à arquibancada inferior e ao gramado, mas quando chegamos (faltava um pouco mais de uma hora pra o show) vimos que o gramado não estava tão cheio e aproveitamos pra pegar logo um lugar lá na frente. Então ficamos esperando pelo show começar ao som de um dj ótimo que tocava as músicas dos beatles remixadas, e pouco antes do show começar foi passando várias fotos no telão, como se fosse a história dele, por tudo que ele passou, com os Beatles, Wings e passou várias fotos de Liverpool também. Daí, às nove horas e trinta minutos (a famosa pontualidade britânica) ele começa o show. A partir daí foram quase 3 horas de muita música boa, simpatia e emoção.

Eu não sou fãã dele, não sei todas as músicas decoradas, mas pelo menos eu conhecia quase todas as músicas e já até baixei tudo pro celular, porque né? viciei em várias kkkkkk O Paul é super simpático, ficou desde o início falando em português com a gente e não parecia que ele estava lendo tudo pela primeira vez não, parecia que ele já tinha treinado bastante  e às vezes ele até fazia uns gestos que indicava que ele estava entendendo o que estava falando sabe? eu achei muito massa! Ele falou coisas do tipo "Essa é a terra de Luís Gonzaga?" "Oxente, que povo arretado!" e nem preciso dizer que isso levou o povo ao delírio né?! Todo mundo gritando e retribuindo com "Paul, Paul, Paul" Foi lindo demais, ele até levou a bandeira do Brasil, da Grã-Bretanha e de Pernambuco.. e chamou duas pessoas ao palco. Os músicos dele também são ótimos e teve uma hora que o baterista começou a fazer uma dancinha que parecia com a macarena, todo mundo ficou gritando kkkk Foi muito bom gente! Na música Hey Jude, ele parou a banda e ficou só o público cantando: "Na, na, na, na, na, na, na, na, Hey Jude!" Além de Hey Jude eu vibrei em Le it Be, Live and Let Die, Dance Tonight, My Valentine (a nova dele, ficou passando a Natalie Portman e o Johnny Depp no telão, assim como no clipe), All My Loving, Let me Roll It, Jet, enfim.. é dificil sair escolhendo as melhores!
Quando o show chegou ao fim ele se despediu com "Até a próxima!" então... ficarei aguardando Paul! ;)

Pra ficar de lembrança

Depois eu resolvi comprar uma camisa pra guardar de lembrança do melhor show que eu já fui até agora e cheguei toda feliz em casa de 2:15 da manhã acordando meus pais e contando como foi tudo, nem preciso dizer que meu pai ficou morrendo de arrependimento por não ter ido né?! Antes de dormir eu mal conseguia conter minha alegria e fiquei revendo os vídeos que eu tinha feito pelo celular, não foi muitos porque eu não queria deixar de curtir o show, mas eu quis deixar registrado algumas partes e ainda bem que eu fiz isso, porque quando eu vejo eu chego a lembrar do que estava sentindo no momento. Foi incrível, foi massa, foi FODÁSTICO! :D

sábado, 7 de abril de 2012

Filme: Jogos Vorazes

Faz tempo que não falo sobre nenhum filme por aqui, por isso aproveitei que ainda estou com o filme fresquinho na cabeça para deixar a minha opinião.

Antes de tudo eu gostaria de frisar que não li nenhum dos livros, ou seja, essa é a minha opinião sobre o filme, se você é fã de Jogos Vorazes e odeia ver críticas sobre ele é melhor parar por aqui, vou falar do que gostei, como do que não gostei também!


O filme começa explicando um pouco sobre os 12 distritos, sobre os Jogos Vorazes e tenta nos situar na história. Apenas tenta, porque não recebemos uma explicação suficiente para entendermos o que realmente aconteceu, o porquê e como surgiu a divisão do país em 12 distritos. Mas tudo bem, isso é totalmente perdoado por mim, já que não é de grande importância na história e além do mais não dá pra se aprofundar em tudo.
Daí começamos a acompanhar Katniss Everdeen, nos é mostrado sua forte relação com a irmã, sua amizade com o Gale e logo em seguida a seleção dos 2 adolescentes que participarão dos Jogos Vorazes. 
Todo ano são escolhidos 2 adolescentes, um homem e uma mulher, entre 12 e 18 anos de cada distrito para servirem como tributo participando dos Jogos Vorazes. Um jogo onde só existe um vencedor, o sobrevivente. Só que a irmã da Katniss é sorteada e Katniss acaba se oferecendo para ir em seu lugar. Ela é levada junto com Peeta Melark, para a Capital, onde ocorrerão os jogos e onde são preparados para tal. Eles treinam, tentam chamar atenção para conseguirem patrocinadores e são apresentados aos telespectadores. Logo em seguida começa o Jogo e a luta da Katniss para ser a sobrevivente.

A parte da preparação para os jogos é a parte chata do filme, quando eles tem que chamar atenção dos patrocinadores e fazer as pessoas gostarem deles.
[SPOILER] É rídiculo como a Katniss consegue chamar atenção por nada, naquela parte do progama parecia que se ela cagasse na frente de todo mundo, todos iriam aplaudir com sorrisos. ¬¬'[/SPOILER]

O Lenny Kravitz como ator é um ótimo cantor, foi um personagem que ficou totalmente boiando na história, talvez no livro ele tenha uma importância maior, mas no filme.. tsc, tsc! 

[SPOILER] E o que foi aquilo de todo mundo se encantar por causa de uma roupa que pegava fogo? peraê né.. eles estão no futuro, com tecnologia avançada e se admiraram por causa de um vestidinho com fogo? puts! ¬¬' 
Algumas partes também ficaram como lacunas na minha cabeça, como a relação da Katniss com a mãe ou naquela parte que o Peeta não janta com todo mundo. [/SPOILER]

Agora falando dos pontos positivos, eu adoro a atriz principal, a Jennifer Lawrence, eu já havia assistido Inverno da Alma com ela, e já sabia que ela era uma boa atriz e ela está ótima como Katniss. O Josh Hutcherson que faz o Peeta Melark também tem um lugar no meu coração desde Ponte para Terabítia. 
A forma como mostraram as pessoas da Capital bem caricatas foi incrível! O apresentador do progama mesmo.. com aquelas caras e bocas.. adorei! 
A história, apesar de não ser original também é bem interessante, essa coisa de reality show que se aproveita das pessoas para conseguir audiência rende uma boa crítica e nos leva a pensar no mundo que vivemos. E eu vi gente comentando, acho que no Filmow, que não dá pra acreditar que no futuro a sociedade assista a um Jogo onde todos se matem. Bom, eu não me surpreenderia com isso, anos passam, a tecnologia evolui, mas a essência da humanidade continua a mesma. Sempre vamos ter a busca pelo poder, o egoísmo, esse lado ruim dentro da gente. E mesmo que a sociedade evolua, sempre terão alguns que não conseguirão controlar seu lado "ruim".

Eu só não AMEEI o filme por causa da superficialidade, o que é comum acontecer numa adaptação de um livro. E também por causa de algumas cenas lesas, as quais comentei algumas no post. Mas acredito que do livro eu irei gostar. Não sei quando terei tempo de lê-lo, mas com certeza lerei porque o filme instigou minha curiosidade, agora quero ler para fechar as lacunas que o filme deixou na minha cabeça e porque acredito que esse auê todo ao redor de Jogos Vorazes não é só porque virou moda, mas porque é bom mesmo!

sábado, 31 de março de 2012

Só música!

Como atualmente eu não ando fazendo muita coisa além de estudar e ouvir música, resolvi colocar algumas músicas/vídeos que eu viciei ultimamente!


Eu já conhecia a Pixie Lott há um tempão, mas eu não tinha ouvido muitas músicas dela e nem dei muita bola pras poucas que eu já tinha ouvido, mas eis que eu vejo esse post falando sobre seu álbum antigo, o Turn it Up e ainda tinha o link pra baixar o cd, eu nem pensei duas vezes e fiz logo o download, passei as músicas pro celular e desde então vivo ouvindo o cd dela. É na volta de ônibus pra casa, é fazendo exercícios de cálculo, enfim! Sempre que posso e me dá vontade, ouço o cd dela novamente. Além de Jack, as minhas preferidas são Here We Go Again, Turn it Up e Nothing Compares:


Além da Pixie, esses dias eu fiquei viciada nesse vídeo:
(No início elas ficam dando recados, é melhor pular pro 1:50 que é quando começa a música)


Essas são as irmãs Cimorelli, elas fazem covers de várias músicas e recentemente lançaram uma música original, eu gosto bastante delas e esse mash up me pegou de jeito, é incrível como combinou direitinho e eu amo as duas músicas, não poderia dar em outra coisa: vício! Além desse mashup, os covers de Perfect da Pink, Don't Stop Believing de Glee, You and I da Lady Gaga também são ótimos:


No canal delas do youtube tem muitos outros vídeos, pra quem quiser ouvir mais!

Por hoje é isso, ando sem muita vontade de postar, não é nem falta de inspiração, porque eu tenho sobre o que falar, mas é falta de vontade mesmo.. Agora por exemplo eu deveria estar estudando pra minha primeira prova de Cálculo na segunda-feira e estou aqui na internet, vê se pode?! essa falta de ânimo me derruba! Beijão! :*

terça-feira, 20 de março de 2012

Meme das 11 perguntas - Parte 2

Antes da continuação do meme eu gostaria de saber uma coisa de vocês.. é que recentemente o Blogger deu a oportunidade à nós blogueiros de respondermos os comentários no próprio post. E desde então é assim que respondo os comentários e perguntas de vocês, mas eu fico sem saber se vocês têm acesso a isso! Vocês são notificados por email, voltam no meu blog pra ler a minha resposta ou é melhor eu responder por comentário no blog de vocês mesmo? Quem perguntou alguma coisa pra mim no post retrasado, tá lá a resposta.. ;)
Perguntas da Jessica:
1- O que você gostaria de estar fazendo agora?
Gostaria de estar numa piscina enorme só pra mim, eu estaria boiando e olhando o céu azul!

2 - Qual o ultimo livro que leu e amou?
Percy Jackson.

3 - Tem algum livro que você quer muito no momento?
O Circo da Noite de Erin Morgenstern, eu fiquei morrendo de vontade de lê-lo depois dessa resenha.

4 - Qual seu filme preferido? 
Aí é covardia! kkkkk Não dá pra escolher um preferido. Eu vou dizer os filmes da Trilogia Bourne porque eu realmente gostei de todos e até fiz um post recentemente falando sobre eles.

5 - Tem um ídolo? 
Assim.. eu não considero fã aquela pessoa que sabe a cor preferida do seu ídolo, o que ele come no almoço, jantar e café-da-manhã.. Mas sim aquela pessoa que admira o trabalho do artista em questão, que acompanha tal trabalho, etc! Então existem  várias pessoas que eu sou fã, em relação a autor mesmo eu sou fã do Carlos Ruiz Zafón, da J.K. Rowling, em relação à música eu sou fã da Avril Lavigne. E muitos outras pessoas que eu admiro e acompanho, mas não dá pra listar todas aqui.

6 - Você já fez algo que se arrependeu muito?
Claro que já, mas eu acredito que tenha me arrependido mais das coisas que eu deixei de fazer.

7 - Já fez alguma loucura?
Defina loucura. kkkk Bem, eu diria que sim. Eu já tomei banho no outro lado dos arrecifes!! Isso que é viver perigosamente kkkkkk Mas sério, é perigoso, não aconselho a ninguém porque realmente a correnteza é forte e se eu tivesse a mesma oportunidade pode crê que eu não faria de novo. Tipo, eu fiquei me segurando numas algas que tinham presas aos arrecifes, mas não era seguro.

8 - Qual o dia mais marcante de sua vida?
Acho que não tem O dia, muitas coisas já me marcaram, e com coisas ruins e boas. Eu diria que o dia que eu passei no vestibular foi marcante. O meu primeiro dia de aula (eu era louca pra entrar na escola, se eu soubesse o viria depois do Ensino Infantil..), as viagens que eu fazia pra Tamandaré quando eu era mais nova.. enfim, tem muitos outros dias.

9 - Sente falta de algo ou alguém em sua vida?
Para eu sentir falta eu tenho que ter tido algum dia já né? então acho que não sinto falta de nada, pelo menos não que eu me lembre agora, mas eu sinto falta de algumas pessoas que antes eram tão presentes na minha vida e que tomaram caminhos totalmente diferente do meu. Mas eu vou guardá-las com carinho sempre!

10 - Você é mais virtual ou real?
Real. Principalmente desde o ano passado que eu tive que estudar pro vestibular e mal dava tempo de ficar vindo no pc. Esse ano eu achei que iria ser mais relax, mas estava enganada, estou estudando do mesmo jeito. Além do mais, eu acho legal manter um perfil no facebook e atualizar as coisas de vez em quando, mas quem passa o dia todo online já é exagero.

11 - Como você se vê daqui há dez anos?
Bom, eu estarei com 28 anos. Espero já estar formada, trabalhando na minha área e feliz com meu trabalho, realizada profissionalmente. Me vejo com alguém legal do lado e sem estar andando de ônibus por aí. Essa vida de gado é foda! Só quem tem que pegar ônibus lotado todo dia entende.


Perguntas da Kah:

1- Se você fosse um super herói, qual você não seria?
Ah, adorei essa pergunta! kkkkk Assim como tem super-heróis que eu adoro, tem outros que eu não vejo a mínima graça, um deles é o Super-Homem, mas como eu nunca assisti nenhum filme dele achei injusto julgá-lo sendo que nem conheço muito bem a história. Então eu não seria o Hulk porque deve ser mó chato ficar irritado e virar uma coisa verde gigante!

2- Qual seu personagem favorito de todos os tempos?
Essa é difícil viu? Vou separar por seriado, livro e filme pode ser? Bom, em série eu diria Veronica Mars, nunca falei desse seriado aqui no blog, mas eu adoro ele e lembro que vi a 1ª temporada em uma semana. A Veronica é engraçada, irônica, inteligente, enfim, uma personagem bem cativante. (Destaque para o Dean Winchester de Supernatural e p/ o Damon de TVD)
Em livro é mais difícil ainda porque eu já li váários livros e escolher um é sacanagem.. maas, eu vou escolher como personagem favorito a Amy Haskel do livro A Sociedade Secreta, e por que? Bem, simplesmente porque ela tem qualidades e defeitos como todo mundo, erra muito e aprende com eles. E a gente vê o amadurecimeto dela durante os quatros livros dessa série. É justamente isso que eu adoro em Sociedade Secreta, o crescimento dos personagens. Normalmente os personagens principais mulheres me irritam como a Bella de Crepúsculo, mas a Amy é super cativante!
E em filme.. puts! Ah eu vou escolher o Dunga da Branca de Neve, ele é tão fofinho com aquela camisa maior do que ele *-*

3- Se você ganhasse padrinhos mágicos, qual desejo faria primeiro? E quais seriam os nomes deles?
Essa é fácil! Desejaria ir pra Hogwarts. Nem precisava ser pra estudar lá, podia ser só por um dia! E os nomes deles, já que eu não sou tão criativa, seria Tico e Teca.

4- Qual foi a escolha mais difícil que você já teve que fazer?
Escolher qual faculdade eu seguiria. Eu passei na UFPE em Engenharia, na UFRPE em Sistemas de Informação e fui remanejada na UPE em Engenharia Civil. Foi difícil deixar duas vagas para trás, mas eu tinha que escolher uma.

5- Qual é o seu post favorito no seu próprio blog? E no blog de alguma outra pessoa?
O meu post favorito é esse, o meu top 10 de Filmes da Sessão da Tarde, e foi um dos que mais receberam comentários. Já o meu post favorito de outra pessoa.. é difícil escolher, mas gostei muito desse! É um post recente do blog Confabulando da Fernanda, que eu me diverti muito lendo!

6- O que você gostaria de nunca mais ter que fazer na vida?
Pegar ônibus lotado.

7- Seu guilty pleasure?
Comer muita besteira.

8- Pior capa de livro já feita? E a melhor?
Odeio filmes que viram a capa do livro, entre elas eu diria as da saga Crepúsculo. E eu adoro a capa de Uma Crença Silenciosa em Anjos.

9- Qualidade que você mais gostaria de ter?
Olha.. acho que seria paciência.

10- Momento mais vergonha alheia já presenciado?
Presenciado pessoalmente não lembro agora, mas eu diria outro que eu vi no Facebook. Foi uma conhecida minha que é meio piriguete (tá, ela é totalmente piriguete, mas isso não vem ao caso) e compartilhou uma foto dela com umas 3 amigas fantasiadas de táxi. Até aí não tem nada de mais, o problema foi a legenda. Vocês acreditam que ela colocou "Se beber, pegue um táxi!"? Nem eu! Isso já seria uma enorme vergonha alheia, mas piorou quando uns "amigos" dela começaram a comentar coisas do tipo: "E só dá pra pegar bêbado é?" Aí o outro: "E quem consegue pegar sóbrio?" e coisas do tipo..

11- Pergunta que você sempre quis responder mas ninguém nunca te fez?
"O que você mais odeia que façam com você?" Eu odeio que não sejam sinceros comigo ou que me coloquem pra trás em algum sentido, sabe aquela coisa de por pior que seja a verdade eu quero saber? Então.. Eu me sinto traída quando escondem algo de mim, principalmente quando é algo que é do meu interesse. Eu sempre procuro ser muito sincera com todo mundo e eu espero o mesmo das pessoas, então quando elas mentem ou me enganam de alguma forma, eu não confio mais, depois disso fico com um pé atrás em tudo com relação à essa pessoa.


Perguntas da Dani:

1- Por que você fez um blog?
Quando eu fiz meu primeiro blog eu tinha uns 10 anos, por aí.. e não tinha nenhuma pretensão de escrever sobre coisas muito relevantes. Era sobre o que acontecia comigo mesmo, mas mesmo assim eu falava pouco, me ligava mais em fazer layouts e enchia de gifs xD  Depois eu fui evoluindo e hoje mantenho um blog porque já faz parte da minha vida, adoro escrever sobre alguma coisa e saber as opiniões das pessoas, além disso o blog me proporciona conhecer pessoas que eu nunca conheciria se não fosse por aqui. Conheço gente de diferentes lugares do Brasil e até mesmo do mundo. Além do que, aprendo muita coisa com o que leio por aí, aprendo a ver as coisas de diferentes pontos de vistas e principalmente a respeitar os diferentes pontos de vistas!

2- Lembra qual foi o seu primeiro post? E quando foi?
Nossa.. não lembro! Deve ter sido algo bem besta sobre como foi meu dia, devo ter falado sobre a escola ou algo assim..

3- Qual livro você recomendaria para alguém que não gosta de ler?
Adorei a pergunta! Eu tentaria indicar um que não fosse tão grande para não assustar kkkkk e um que fosse engraçado, normalmente esses instigam mais a gente, então eu pensei em O Santo e A Porca de Ariano Suassuna que é pequeno e bem engraçado! Mas dependendo eu também poderia indicar A Sombra do Vento ou Harry Potter. Dependeria um pouco da pessoa, pro meu irmão mesmo eu indiquei Marley e Eu porque ele adora o filme!

4- Prefere ler ou escrever?
Ler, sem dúvida!

5- Qual é a primeira coisa que você faz ao ligar o computador?
Entro no facebook! hehe :D

6- Qual é a sua rede social favorita? E aquela na qual você passa mais tempo?
Hm.. acho que a resposta pras duas perguntas é o Facebook.

7- Você faz resoluções de ano novo? Se sim, está trabalhando nelas ou já as esqueceu?
Eu faço, mas procuro não fazer uma lista muito grande pra não me frustar se eu não conseguir realizar todas. Eu estou trabalhando nelas sim, porque são coisas bem relevantes, mas algumas vai demorar um pouco mais pra eu conseguir.

8- O que você não sai de casa sem?
Roupa, celular e algum dinheiro.

9- O que tem na sua bolsa?
Caderno, estojo, casaco, garrafinha de água, chave de casa, um Halls e às vezes um Trident, bolsinha de moeda, celular, fone de ouvido e um caderninho de anotações. (É a bolsa que eu vou pra facul)

10- Já mudou radicalmente seu visual? Se não, o que faria?
Mais ou menos, eu cortei meu cabelo um pouco acima do ombro, todo em camadas, ficou diferente e ganhei muitos elogios, pena que fui cortar de novo em outro cabeleleiro e ele errou o corte, agora estou esperando crescer de novo. O que eu tenho vontade de fazer é pintar meu cabelo de vermelho, mas daquele escuro sabe? tipo assim! Falta-me coragem!

11- O que vai fazer depois de publicar esse post?
Adivinha?? estudar Geometria Analítica! x)