terça-feira, 5 de junho de 2012

Vivendo e aprendendo!

É engraçado como ao mesmo tempo que a gente começa a sofrer com a péssima qualidade do transporte público, é também quando passamos a aprender mais no dia-a-dia. Antes eu sempre ia de carro pros lugares, só alguns poucos eu sabia ir de ônibus (shopping, casa da minha avó, centro da cidade). Agora eu sei ir pra mais lugares e de maneiras diferentes até, conheci melhor a cidade e tenho mais contato com as pessoas.

Esses contatos às vezes me fazem aprender alguma coisa, como por exemplo: ser gentil e dar lugar a uma idosa, ou a cumplicidade de quem pega a bolsa do outro (é porque é aquela coisa né, eu pego a sua bolsa pra que amanhã alguém pegue a minha). Mas às vezes esse contato nem sempre é agradável, como uma vez que eu estava indo pra minha dentista e ao descer do ônibus tinham 2 mulheres agarradas e um homem no meio delas. No início eu achei que era um abraço coletivo, mas que inocência a minha! As duas mulheres estavam brigando e o homem tentando separar. O homem falava "Solta ela!", e uma delas dizia "Eu não vou soltar essa gaiera não!!" Depois de um tempo o cara acabou conseguindo separá-las, mas aí a mulher continuou gritando "Sua gaiera safada, vá ficar com seu marido e deixe os homens dos outros!", "Tu tas fodida na minha mão" e por aí vai.. Isso, era numa rua ao lado do shopping recife e essa rua é super movimentada, com várias lojinhas, lanchonetes e salões de beleza. Gente, todo mundo da rua tava olhando pra elas, era impressionante, desde o começo ao fim da rua e eu só querendo sair de perto delas, porque eu sempre tenho a sensação de que vai sobrar pra mim kkkkk O problema é que a mulher que estava fugindo da outra vinha na mesma direção que eu, e a outra continuava seguindo ela e gritando "Eu vou te pegar gaiera safada, não fuja não!" Parecia cena de filme, elas arrundiando (andando ao redor) um carro daquele jeito que uma ia pra um lado enquanto a outra ia pro outro. E uma delas tava até sangrando um pouco no rosto já! Foi tenso! Depois a mulher conseguiu fugir da outra e acho que acabou o barraco, eu é que não fiquei pra ver se ia dar em mais alguma coisa.

Na hora eu fiquei nervosa, mas depois saí contando pra todo mundo minha super experiência de presenciar um barraco na rua kkkkk Mas é sério, nunca façam isso! Eu sei que na hora a gente fica fora de si, mas é uma coisa que não faz bem principalmente a quem é a traída, pelo menos eu acho! Se essa pessoa realmente nos merecesse não daria motivo para agirmos dessa maneira.. barraco já é uó e na rua, na frente de todo mundo então.. é uó do borogodó kkkkk 

Outra coisa que me lembrei agora, foi quando eu estava sentada lá atrás do ônibus e a mulher que estava do meu lado começou a falar no celular com a amiga dela:
"Tu não sabe de quem fulaninha tá grávida.." 
"Vou dar uma dica: foi um que eu fiquei"
"Não menina.. oa com essa tu acerta: aquele que é bem gostoso mas que não é nada na cama!" 

Cara, quando ela disse isso eu juro que contei até 10 pra não soltar uma gargalhada, não é que eu fiquei constrangida ou achando ela uma puta nem nada disso, mas é uma coisa no mínimo inesperada de se ouvir . Ainda mais com tanta gente ao redor, e a maioria era homem, naquela hora eu queria ser Edward pra ler os pensamentos de todo mundo dalí kkkkkk Fiquei querendo ver como ela era, mas não achei que seria discreto da minha parte virar pra olhar pra ela naquela hora então resolvi esperar pra quando ela saísse do ônibus e num é que ela era bonita e super estilosa? Além de super espontânea! kkkkkkk

Mas então? alguém tem alguma experiência interessante pra me contar? Tenho certeza que sim vai.. conta aê!

9 comentários:

  1. HAHAHHAHAHAHHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHA Não sei de qual história to rindo mais! Imagino que você tenha ficado bem tensa com a briga, mas cara HAHAHHAHAHAHHAHAHAH Como não rir? E barraco é tenso mesmo, nunca entendo o que leva as pessoas a tentarem resolver uma coisa assim...
    Mesmo que eu tenha me mudado e não tenha mais meu pai por perto pra me levar pros lugares, eu não uso muito o transporte público porque moro pertinho da universidade e acho de boa ir andando pro centro da cidade. Mas até fiquei com vontade, só pra ter boas histórias pra contar! HAHAHAHA E ó, quando você ouvir coisas desse tipo, manda pro Ouvi na Rua! rs
    Beijo, Deby!

    ResponderExcluir
  2. ahhuahuahu
    mas quem fala isso ser observada eh de menos...

    :P

    ResponderExcluir
  3. Andar de ônibus é sempre uma experiência, né? Já faz um bom tempinho que eu ando de ônibus e vejo cada coisa... Nunca presenciei um barraco (ainda), mas já vi muita gente querendo pegar o meu lugar quando eu levantava pra dar lugar à algum idoso!
    E é cada coisa que você ouve as pessoas falando no celular, né? Se eu começar a contar aqui, vou ficar hoooooras! Hahaha

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. oie deby!
    nossa, que situações, hein? hahaha... fiquei rindo aqui, principalmente da segunda. e eu acho que eu não teria conseguido segurar a risada, sou muito espontânea para estas coisas... caio na gargalhada mesmo! hahaha! mas concordo contigo, fazer barraco na rua é ridículo... mas tem pessoas que nem tão, né? ficam gritando e chamando atenção e ainda acham que estão fazendo bonito! afe, ninguém merece!
    beijo, beijo!

    ResponderExcluir
  5. Que situações ein?Eu adoro andar de ônibus, acho legal o contato com as pessoas, a forma que elas agem adoro aquelas situações de gente falando o que não deve no celular em voz alta como a que você sitou, aliás seu post me lembrou um vídeo que eu vi ontem no youtube a mulher dentro do ônibus brigando com o cara pq ele estava ouvindo funk ela só faltou bater nele, depois procura, ela fica doidona, rs.

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  6. Poxa, ja vivenciei situações super engraçadas, mas nunca um barraco desse na rua! Morrro de medo, e também sempre acho que vai sobrar pra mim kkk

    ResponderExcluir
  7. eu já presenciei várias pessoas conversando abertamente no celular em lugares públicos. fico impressionada com isso :) tá bom que talvez você nunca mais veja a pessoa, mas né?

    ResponderExcluir
  8. Oi Oi tdo bem?
    Menina.. sou de Itabaiana, interior de sergipe, mas sempre fui muito em aracaju, a capital
    nunca soube andar lá.. credo
    qdo passei a andar de ôbibus lá (por causa da faculdade, antes sempre ia com meu pai rs) comecei a me localizar mais e talz
    Hje em dia ainda não sou feeeeeera não mas tô bem melhor q antes kkkk

    Ri com esse relato de barraco. Meu Deus, isso confesso que nunca presenciei.. kkkkkkkkkkkkkk E o do telefonema? eu acho que não teria conseguido segurar não viu? kkkkkkkk Adorei

    Eu e minhas amigas, nos dias mais amenos em que estavamos de bom humor - só nos começos do período, ficávamos brincando uma com as outras dizendo que estávamos dançando poly dancing (eh assim? kkk) pq nunca tinhamos a sorte de sentar e aí nas curvas, a gente segurando naquelas barras, não dava outra
    ríamos mto.! kkkkkkkkkkkk

    Aiai. agora já me formei, mas continuo indo pra lá uma vez por semana. pena que é sozinha, daí não dá pra rir como nos velhos tempos! rsrs Mas tdo bem! ^^
    espero encontrar cenas inusitadas como vc, pra divertir mais meu dia! kkk

    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Hauhauahauaha, gata já escrevi também algumas vezes sobre as aventuras que tenho andando de ônibus! Mas te garanto que tu superou as minhas!

    ResponderExcluir