domingo, 21 de outubro de 2012

Últimos filmes vistos

A ENTIDADE (Sinister)
Ano: 2012
Duração: 110 min
Gênero: Suspense, terror
Direção: Scott Derrickson
Sinopse: Ellison (Ethan Hawke) é um escritor de romances policiais que acaba de se mudar com a família. No sótão da nova casa ele descobre antigos rolos de filme, que trazem imagens de pessoas sendo mortas. Intrigado com o que elas representam e com um estranho símbolo presente nas imagens, ele e sua família logo passam a correr sério risco de morte.

Minha opinião: Depois do trailer foi impossível não ficar curiosa para o filme. Tanto que depois de mostrar para a minha prima e meu irmão (ambos gostam de filme de terror assim como eu) logo combinamos de ir no cinema vê-lo. Confesso que esperava bem mais para o diretor de O Exorcismo de Emily Rose. Para pessoas que se assustam com facilidade e têm medo de tudo, esse filme pode até causar impacto, mas para quem já assistiu diversos filmes do gênero com certeza não deve ter sido nenhuma novidade.
A história tinha tudo pra dar um bom filme, mas não teve um bom desenvolvimento. As cenas de "tensão" no escuro da casa não conseguiram o efeito pretendido por não sabermos exatamente do que sentir medo. Não sabíamos se poderíamos ver algo sendo levitado, se algum fantasma apareceria ou se só levaríamos algum susto bobo. E depois de várias cenas como essa sem nada demais acontecendo, perdeu a graça! Toda vez que anoitecia e ficava escuro já ficávamos com tédio porque sabíamos que seria o mesmo lengua lengua sem nunca acontecer nada.
Acabou previsivelmente e decepcionou quem procurou algo tão bom quanto O Exorcismo de Emily Rose ou sustos como os da série Atividade Paranormal (do qual é o mesmo produtor). Ah e para quem quer assísti-lo aconselho a não ver o trailer, as melhores cenas estão lá. u.u

ATIVIDADE PARANORMAL 4 (Paranormal activity 4)
Ano: 2012
Duração: 95 min
Gênero: Terror
Direção: Henry Joost, Ariel Schulman
Sinopse: Cinco anos após Katie (Kathie Featherston) matar a irmã Kristi (Sprague Grayden) e o cunhado Daniel (Brian Boland) e levar consigo o sobrinho Hunter, ela vive com o pequeno Robbie (Brady Allen) em uma casa. Do outro lado da rua mora a adolescente Alice (Kathryn Newton), que acompanha os passos do garoto juntamente com o amigo Alex (Matt Shively). Ambos acham Robbie bastante estranho, principalmente quando ele fica alguns dias na casa de Alice após Katie ter um problema e ir parar no hospital. Aos poucos Robbie se torna amigo de Wyatt, o irmão caçula de Alice, atraindo-o para um universo perigoso.

Minha opinião: Eu ainda não assisti o 3º, mas minha prima me chamou de repente pra ir assistir e eu acabei indo. Pelo que ela me contou o 3º filme parece ser bom, mas em relação aos 2 primeiros eu gostei mais desse 4º. O estilo do filme é o mesmo, câmeras instaladas numa casa com atividades paranormais acontecendo em meio à acontecimentos banais de qualquer família. A diferença está que dessa vez Katie, nem ninguém da família dela, é protagonista, apesar dela aparecer no filme e ser um fator decisivo na história da série. O filme rende bons sustos e tem um bom desenvolvimento, não sendo tão monótono nem exagerando na tensão. Além de nos deixar com dúvidas em relação à história da Katie e do sobrinho, Hunter. O que é bem inteligente se formos pensar pelo lado que com certeza haverá outro filme, porque mesmo quem não gostou tanto acabará sendo atraído para o próximo.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Faculdade x Escola

- Acho que a principal coisa notada por mim que veio de uma escola que não tinha um número de alunos tão grande foi a quantidade de pessoas, no início eu me sentia até meio desnorteada quando chegava na sala e tinha umas 60 pessoas olhando pra mim. xD

- Na escola eu me sentia a Einstein principalmente quando era da área de exatas, mas na faculdade você se descobre uma burra. Antes quando o professor falava "então isso vai resultar na força que blábláblá.." e daí você não entendia mais nada do que ele estava falando, estava tudo bem porque você virava pro lado e tinha certeza que ninguem também tinha entendido, agora não meu bem, você vira pro lado e os outros ainda complementam o que o professor falou.

- Acho que depois que aprender a fazer cálculos mais complexos vou tentar achar uma teoria da razão pela qual os alunos de engenharia estão sempre usando bermuda xadrez. Tá, não são tooodos, mas a grande maioria, no início do ano era até ruim tentar reconhecer alguém porque todos usavam o mesmo estilo de roupa e ainda estava com a cabeça raspada porque passou no vestibular (aqui em Réécife homem que passa no vestibular raspa a cabeça). Sem falar na moda das camisas Hollister, peloamordeDeus!! Toda vez que entrava alguém com o nome Hollister na camisa eu tinha vontade de dar um tiro, no final do dia eu teria matado umas 543 pessoas.

- Na escola mal acabava o recreio já vinha algum funcionário mandar os alunos entrarem, não espere isso na faculdade você pode assistir aula ou jogar dominó ou ir pra aula de outra turma ou até mesmo nem levantar da cama, você é responsável por você e não vai ter nenhum coordenador perguntando o que está errado ou ligando pros seus pais.

- Não tem aquele tipo de turminhas dos nerds, dos cdfs, das patricinhas.. claro que tem os grupos de amigos, mas a maioria das pessoas são diferenciadas e gente fina, a mentalidade é outra, sem aquelas leseiras de escola.

Só uma coisa não mudou, eu ainda estou sem saber o que escolher pra minha vida e continuo concorrendo com um bando de gente. Deixa eu explicar, lá na UFPE a gente entra em engenharia e só dps do 2º período faz as opções pelos cursos que quer, dependendo da sua nota você entra na 1ª opção ou vai pra 2ª e assim por diante. Então continua a concorrência e eu ainda não faço a mínima ideia de qual engenharia escolher.. ô céus, ô vida!

Ah, e eu demorei tanto pra postar porque eu estava descansando a minha beleza ;)