sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Delírios de Consumo no Shopping Recife

Na terça-feira achei uma bolsa na Renner, média, azul turquesa, linda, por R$39,90! Levei pra casa. No dia seguinte, fui ao Shopping Recife assistir As Aventuras de Pi com minha prima, enquanto ela não chegava fui dá uma olhada na Renner. Não achei que fosse encontrar bolsas em promoção já que tinha encontrado no dia anterior, e pela teoria da promoção a gente sabe que não encontra uma todo dia. Mas não é que eu achei uma arara só com ofertas de bolsas? Fui olhando uma por uma, analisando a relação qualidade x beleza x preço, as que tinham zíper.. Daí eu vi uma bolsa vermelha, quase vinho, no canto, ela não parecia ser muito barata mas peguei pra ver por quanto tava, quando eu olhei a etiqueta mal consegui acreditar no que os meus olhos viram, R$29,90. Comecei a revirar a bolsa em busca do defeito. Não encontrei.
Liguei pra minha mãe: "manhêêê, adivinha o que eu encontrei?"
"o quê?"
"uma bolsa linda, média, vermelho vinho, por R$29,90!"
"traga!"
"racha comigo?"
"oxi, eu pago ela toda"
Corri pro caixa.
Comecei a procurar defeito de novo, dessa vez com mais calma e não encontrei. Quando chegou minha vez no caixa, a moça registrou e me disse: "Saiu por 20 reais visse?"
"Foii?? melhor ainda", eu respondi com um sorriso de canto a canto da boca.
"Tinha mais dela onde tu pegou?"
"Não.. mas tinham outras em promoção ali", respondi apontando o lugar e pensando "tira o olho que essa já é minha kkkkkk".

Paguei, peguei a sacola e de repente me senti no filme Delírios de Consumo de Becky Bloom, as manequins sorriram para mim, os figurantes abriram um corredor para eu passar até a saída e a música de fundo era Misery do Maroon 5.
Abri um sorriso na boca, comecei a cantar a música, com os cabelos soltos ao vento fui desfilando até a saída da loja. Muahahaha


Comprar é bom, mas por uma bagatela dessas é melhor ainda!
A dita cuja!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Eu vou tirar a carteira de motorista e não vou saber dirigir!


Desde Outubro do ano passado eu comecei a longa jornada de tirar a carteira de motorista. Fiz os exames médicos, comecei as aulas teóricas, enfrentei longas 9 tardes  de aulas sobre trânsito, direção defensiva, primeiros socorros, mecânica, etc.. Fiz a prova teórica e passei com 29 pontos \o/ E daí começou a principal fonte de raiva dos meus últimos dias, as aulas práticas.
A coisa já começa errada quando oferecem menos aulas do que o mínimo exigido pelo Detran q é de 20horas/aula, eu preferi comprar as 20 porque nunca tinha pego no carro, mas tenho uma amiga que na auto escola que ela fez só podia no máximo 15horas/aula! Assim que comecei tava tudo muito bom, tudo certo, fazia garagem, baliza, rampa.. éé, tava no começo né? Pra mim só iria pegar mais no carro pra sair dirigindo pelas ruas depois de já ter aprendido essas coisas que são o essencial pra passar na prova prática do detran, mas as aulas foram passando, passando e nada. Só peguei mesmo na segunda-feira que eu pedi pra ter aula de trânsito e o professor atendeu meu pedido, fiquei dirigindo por umas ruas sem muito movimento próximo à auto escola e depois fui dirigindo até a auto escola. Fiquei super empolgada porque achei que daí pra frente seria só pegar no carro, no outro dia peguei outro professor e fui até boa viagem com ele, no "caldo grosso" como ele mesmo falou, com mais carros nas ruas, e onde a gente aprende a ter mais agilidade ao trocar a marcha e uma melhor noção de espaço. Mas aí hoje eu fui denovo e pedi pro primeiro professor, o que eu tenho mais aula, a ter aula de trânsito e ele ficou querendo me dar lição de moral porque eu contestei o fato deles só darem aula pra passar na prova do detran, daí ele ficou dizendo que era assim mesmo e que "você não vai sair daqui com a carteira na mão e dizendo 'papai, já sei dirigir!' Vai ter que voltar pra ter aula de trânsito". Eu fiquei tão puta quando ele disse isso que nem lembro mais o que eu respondi, mas finalmente tive a certeza do que eu já estava pensando:

As auto-escolas não estão nem aí para ensinar você a aprender a dirigir, por isso eles vendem menos aulas pra você, é uma via de mão dupla, dão menos aulas pra você e você paga menos, só que e depois? você vai ver que não tem segurança para dirigir e vai voltar lá pra comprar aulas de trânsito, ou seja, maior mutreta! E quando você não volta lá pra comprar aulas de trânsito, acredito que aprende por si só, com alguém que já saiba dirigir ou por conta própria. É por isso que tem tanta gente fazendo merda por aí, porque não aprendeu a dirigir direito, é por isso que minha amiga que tirou a carteira o ano passado e já tem um carro zerinho na garagem dado pelos pais não tem plena segurança pra ir dirigindo até a faculdade e está fazendo aula de trânsito quase todo dia com o vizinho, que por sorte dela é professor de auto escola, mas e eu? O jeito vai ser recorrer a meu pai e meus irmãos, odeio ter que depender dos outros, ficar chamando direto, mas prefiro isso a ter que pagar um centavo pra aqueles putos! Tô com raiva até da secretária, sabe aquela mulher que tem uma cara falsa, uma voz falsa e parece a maior sonsa do mundo? ela!
Não sei se o Detran sabe dessas coisas, se eles realmente acham que só é necessário ter aulas de baliza, garagem e rampa pra se aprender a dirigir, mas acredito que não, já que nesse ano tiveram mudanças para tirar a primeira habilitação...

Estou usando isso pra desabafar porque estava com tudo dentro de mim e não quero falar pra ninguém aqui de casa porque provavelmente alguém iria fazer confusão lá, e eu não quero isso, quero é acabar logo essa merda, minhas aulas já vão começar semana que vem e ainda vou ter que fazer umas aulas práticas.
Eu sei que é pensando assim que a maioria do povo deixa do jeito que está, mas talvez seja pior mexer na merda, vai que ela começa a feder mais?!

Desculpem os modos e o desabafo, mas até tô me sentindo melhor.. pois é, estou de recesso da faculdade desde o dia 21 de dezembro e minhas aulas retornam segunda-feira (14/01), pra na outra semana dia 23 já começar as provas, ou seja, estou feito louca tendo que estudar pra química 1, física 2, álgebra linear, cálculo e computação, além de ter essas preocupações com as aulas práticas. Por isso quero acabar logo com isso porque sei que quando as aulas começam a vida fica bem mais corrida.

Até mais gente!

P.S.: Terminei A Última Batalha, a última crônica de As Crônicas de Nárnia, fechou com chave de ouro, adorei!

quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Retrospectiva Literária 2012

Como eu sempre me empolgo com coisas relacionadas à livro, me empolguei com o post de retrospectiva literária do Sem Formol e "copiei" pra mim :D

Então vamos lá, os livros lidos por mim nesse ano foram esses:
A Irmã de Becky Bloom (Sophie Kinsella)
O Chá de bebê de Becky Bloom (Sophie Kinsella)
O Mar de Monstros (Rick Riordan)
A Maldição do Titã (Rick Riordan)
O Símbolo Perdido (Dan Brown)
Orgulho e Preconceito (Jane Austen)
O Caderno de Maya (Isabel Allende)

O Caderno de Maya eu dei para  minha amiga de presente
e os da série Becky Bloom eu li pelo computador e/ou celular

Não foram muitos, mas foi o que deu.. E eu ainda não terminei completamente As Crônicas de Nárnia, porque eu deixei a última crônica para ler depois e só agora percebi que me esqueci de lê-la.

Trecho mais marcante
"- Sabe, Su, acaba de me ocorrer uma ideia terrível.
- O que foi?
- Não seria medonho se um dia, no nosso mundo, os homens se transformassem por dentro em animais ferozes, como os daqui, e continuassem por fora parecendo homens, e a gente assim nunca soubesse distinguir uns dos outros?"
Fala de Lúcia em As Crônicas de Narnia - Princípe Caspian

O casal mais apaixonante
Com certeza Elizabeth e Mr. Darcy de Orgulho e Preconceito. Porque apesar de todos os percalços do caminho eles conseguiram finalmente ficar juntos e mesmo diante de toda a chatice da sociedade da época me pareceu que eles realmente se amavam. A minha vontade depois de ter lido o livro era ter feito um post comentando sobre ele, ainda mais depois de ter assistido ao filme, mas cadê que fiz..

Virei a noite lendo
Aah, essa é uma pergunta difícil porque eu acho que foi mais de um livro que virei a noite lendo, mas vou colocar O Caderno de Maya porque quando prendia minha atenção era difícil largar.

Chorei de soluçar
Não sou nem um pouco fácil para chorar, e dentre esses livros lidos em 2012 nenhum conseguiu essa proeza!

Decepção do ano
O Símbolo Perdido, porque depois de Anjos e Demônios e O Código da Vinci, eu esperava bem mais de Dan Brown e apesar de ter sido no mesmo estilo dos outros, a base da história não é tão consistente quanto as outras, pelo menos para mim. A relação com a maçonaria, apesar de despertar curiosidade a primeira vista, não me instigou tanto quanto os outros livros.

Livro irrelevante do ano
Maigret e os Colegas Americanos. Maigret é um Poirot ou um Sherlock Holmes da vida, ele vai assistir a um julgamento de um crime de uma cidade pequena e acaba se envolvendo com a história, e o livro é apenas o desenrolar do julgamento. É um livro que ainda tenho na estante mas que foi emprestado pela minha prima para mim há um tempão hahaha, é um daqueles pockets books vendidos em supermercados e bancas de revistas. Não é ruim, mas também não é aqueela história sabe, nem fede nem cheira!

Grifei
Não tenho a mania de grifar meus livros, ainda não consegui me desapegar tanto assim deles, mas lembro que copiei em um caderninho algumas frases de As Crônicas de Nárnia.

O pior livro de 2012
Sem sombra de dúvida A Menina que Não Sabia Ler. Por que? Bem, primeiro que ele veio parar em minhas mãos por acaso, quando eu comprei a série As Brumas de Avalon e o coloquei no meu carrinho de compras só para não pagar o frete, mas me arrependi. Começa até bem legal, com um ritmo instigante, mas é aquele tipo de história que dá uma reviravolta e depois nada do que se pensava era realidade, não que eu não goste de surpresas desse tipo, mas não foi feita de forma apropriada. Passei dias com raiva de ter lido esse livro, principalmente porque eu me empolguei com a leitura e depois veio um balde de água fria.

Soco no estômago
Vai ser A Menina que Não Sabia Ler, por motivos já supracitados.

O mais chato
Maigret e os Colegas Americanos. Começa bem chato, depois dá uma melhorada, mas por falta de um mais chato, vai ele mesmo rs!

Abandonei
O único que se encaixa aqui é As crônicas de Nárnia, mas não por ser ruim, cansativo ou qualquer coisa do tipo, e sim por ser um livro extenso e ter me dado vontade de ler outros gêneros enquanto lia ele.

Morri de rir
Todos da série Becky Bloom são hilários, sempre me divirto com ela.

Aventura, fantasia ou infanto-juvenil
As Crônicas de  Nárnia é fantástico, mas eu escolho O Mar de Monstros e A Maldição do Titã que são livros da série Percy Jackson, o segundo e o terceiro respectivamente. Ainda não terminei a série, faltam 2, mas eu adoro! É uma aventura distinta de Nárnia, o ritmo é bem mais acelerado e me agrada mais.

Bate-bola de personagens
Personagem masculino apaixonante: Mr. Darcy kkkkkkk não tem como dizer outro! Apesar de ele ter uma personalidade que de primeira impressão desperte justamente o oposto, mas depois não tem como não se apaixonar por ele.

Personagem feminina admirável: Maya, de O Caderno de Maya. Também é um livro que eu gostaria de ter feito um post exclusivo, porque superou todas minhas expectativas e eu amei! Maya é uma jovem que mesmo tendo quase a mesma idade que a minha já passou por coisas que eu acho que não vou passar nem em toda minha vida, e apesar de às vezes ter me dado vontade de bater nela pra vê se ela acordava, em outros momentos me dava vontade de abraçá-la e dizer que tudo ia ficar bem..

Personagem mais chato: Vou dizer o primeiro que me veio em mente, Susana de As Crônicas de Nárnia. No filme ela nem é tão chata, mas consegue ser mil vezes pior no livro, dá vontade de dar um chute nela kkkkk

Personagem mais legal: Percy Jackson, mas preciso lembrar do Edmundo de As Crônicas de Nárnia, adoro ele!

Personagem mais perturbador: Florence de A menina que não sabia ler, só lendo para saber.. qualquer coisa que eu disser será quase um spoiler.

Personagem que mais me identifiquei: Ih, esse vai ter que ficar sem resposta, não me identifiquei com nenhum personagem dos livros que eu li. Pelo menos, não que me lembre!

Melhor livro de 2012
É difícil ter que escolher apenas um, mas dessa vez é O Caderno de Maya. Talvez por ser um dos últimos livros que eu li e ainda está fresco na minha memória, mas o fato é que dentre todos os livros que li em 2012 foi o que mais me acrescentou coisas em relação a vida e ao mundo ao meu redor...


Relendo o post para dá uma conferida se estava tudo certo acabei notando a falta de um livro brasileiro na minha retrospectiva, fiquei chateada com isso, vou tentar fazer diferente em 2013, sugestões?
Aah e se mais alguém fez retrospectiva literária comenta aí que eu adoro ver o que os outros leram :D

Esses sãos os 'não lidos' que eu já tenho na estante