domingo, 28 de abril de 2013

Evouluindo.. (ou não)

Apesar dos meus 19 anos, a maioria das pessoas não me dão a idade que tenho, normalmente me dão uns 15 anos (alguns já me deram menos!) e não é uma coisa que eu goste muito. Não que eu fique com raiva da pessoa, mas sei lá, me sinto mal porque apesar de querer sempre parecer jovem, não é legal quando se tem 19 anos e as pessoas acham que você tem 15. Tipo, as pessoas me dão 15 pela aparência, mas sem querer acabo relacionando isso às minhas atitudes, fico pensando: "Será que ajo como uma garota de 15 anos?" Sabe como é? Me incomoda! Dá uma vontade de gritar: "Não porra, tenho dezenove tá? DEZENOVE!"

Eis que um dia desses quando fui ao supermercado com meus pais e a fila estava enorme, a gente começa a conversar com o cara que estava na nossa frente na fila e conversa vai, conversa vem, ele acabou me perguntando se eu já tinha tirado minha carteira de motorista. Respondi que sim, fiquei contando minhas aventuras pra ele e blábláblá.. Na hora nem percebi, mas depois quando estava indo pra casa notei: "Cara, ele me perguntou se eu já tinha tirado minha carteira, e só pode tirar a carteira quem tem mais de 18, ou seja, ele notou que eu era de maior" kkkkkkk Pode parecer idiotice e até mesmo infantilidade, mas não pude deixar de dar um risinho de lado e me senti orgulhosa por estar evoluindo! Hahahaha

Além disso, outras coisas de "gente velha" me vem de vez em quando, tipo.. olho para os colegias com aquela cara de "ah, já passei por isso.." E sei como é bom, como a vida não tem tantas preocupações, aquela inveja, saudade. Antes quando eu passava por um grupinho de amigos de um colégio me sentia intimidada, sei lá, você tem que tá com o seu grupo tbm pra se sentir 'apoiada' né? Agora não mais, passo por eles numa boa, nem acho tão ridiculo assim as conversas, sei que são coisas da idade e que na minha época eu falava sobre as mesmas coisas e tinha as mesmas opiniões definidas sobre tudo! 
Outra coisa de "gente velha" que eu definia quando era pequena era que as mulheres não tinham o joelho ralado e acreditem, eu sempre tinha o joelho ralado, seja pelo pega-pega, depois pelo vôlei ou sei lá porquê! E vendo as mulheres com o joelho todo bonitinho eu pensava "mesmo depois de velha vou ter o joelho ralado". Hoje, olho com nostalgia pro meu joelho e percebo que nem tudo acontece como a gente imaginou...

Dia 24, quarta-feira, foi o aniversário aqui do blog. Sei que não tenho nem muito o que comemorar já que mal estou atualizando ele, mas é mais um ano de blog, mais um ano de tentar manter isso aqui onde eu compartilho minhas coisas..